Representantes dos proprietários de autoescolas do Paraná e dos trabalhadores do setor ajustaram nesta quinta-feira (3/8) as cláusulas econômicas controversas da nova Convenção Coletiva, pondo fim ao dissídio coletivo. A negociação foi feita na sede do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná, em Curitiba, sob a condução da desembargadora Marlene Teresinha Fuverki Suguimatsu.

As partes concordaram em reajuste salarial de 5% sobre o piso salarial e o valor da hora aula (que inclui o índice do INPC + ganho real), retroativo à data-base da categoria; em auxílio-alimentação de 16 reais; e na manutenção de todas as cláusulas negociadas em convenção e acordos anteriores.

Outras duas reinvindicações da categoria profissional também foram aceitas pelos empresários: a inclusão, de forma expressa, nos holerites/contracheques de eventuais valores de descontos, e a especificação exata do que se tratam; e o compromisso de manter em atividade o grupo de estudos intersindical, que foi previsto em negociação anterior e que já foi instaurado, cuja finalidade é a análise de reivindicações de longa data dos trabalhadores, mas que ainda não foram objeto de negociação em convenções anteriores.

Os empresários foram representados pelo Sindicato dos Proprietários de Centros de Formação de Condutores do Estado do Paraná (SIPROCFC-PR); os trabalhadores, pelo Sindicato dos Trabalhadores, Instrutores, Gerentes, Diretores em Autoescolas (SINTRADESP).

A audiência está disponível na intranet. Acesse:

https://www.youtube.com/watch?v=ha3FhG_5ruk

A ata da sessão pode ser conferida:

http://www.trt9.jus.br/internet_base/arquivo_download.do…

Fonte: https://www.trt9.jus.br/internet_base/noticia_crudman.do…


Facebook

SINTRADESP/PR - Sindicato dos Instrutores, Trabalhadores em Auto Escolas CFC, Despachantes - SINTRADESP/PR

Rua Dr. Pamphilo D'Assumpção, 505 - Rebouças - Curitiba - Paraná

(41) 3029-4384



Site Desenvolvido por Águia Web - Criação de sites em Curitiba
Clique aqui para ter um site com qualidade e resultados!